Marketing e Conteúdo: quando e como tudo aconteceu pra mim?

terça-feira, 5 de Maio de 2020


marketing digital e conteúdo

Lançamento Maybelline NY em BH, Maio de 2013

Em 2000, tava me formando em Administração sem a menor ideia de onde minha vida chegaria. Meu sonho, naquela época, era trabalhar em banco. Como assim?? Pois é… Na minha cabeça ter um salário mensal e uma carga horária de segunda a sexta, de 10h às 18h, era o ideal. (cada coisa louca que a gente pensa…)

Consegui realizar esse sonho maluco em 2005, e acreditem, foram 3 anos e meio de terror! Calma… hahahaha! Não tô cuspindo no prato, apenas sendo sincera. Até porque, acredito que na vida, muitas vezes, precisamos viver certas experiências pra ter certeza do que queremos, e estar ali foi bem isso.

Nos primeiros 3 meses de banco, meu corpo já rejeitava o lugar, aquela escolha e fiquei esse tempo todo com a garganta inflamada e tomando antibiótico sem parar! Passou e outros problemas de saúde vieram nos anos que se seguiram: fisioterapia pra tratar o ciático (nem sabia que esse negócio existia), dermatologista todo mês pra tratar uma dermatite seborreica (que deixava meu rosto quente e cheio de bolinhas vermelhas), dores na coluna (que nem ressonância magnética identificou o motivo) e outras tantas reações nada legais que nem me lembro mais.

Naquele tempo, eu não entendia, mas tinha algo muito errado… eu estava somatizando TUDO!

Somatizar: verbo transitivo direto e intransitivo. Transformar conflitos psíquicos em afecções de órgãos ou em problemas psicossomáticos.) Louco, né?

No final de 2006, ainda no banco, decidi estudar de novo. Só precisei fazer uma prova para obtenção de novo título e em fevereiro de 2007, ingressava no curso de tecnólogo em Gestão de Marketing.

Na primeira semana de aula, eu já me sentia outra pessoa! Me perguntava diariamente o que estava fazendo no banco, e ir pro trabalho começou a ser bem difícil. Mas, o prazer em saber que todos os dias, à noite, eu tinha que ir pra faculdade estudar algo que eu tava amando, me dava força pra levantar da cama e seguir. E que bom que eu fiz isso, pois tudo foi se encaixando e em 2008, ano em que me formei e descobri novos sonhos, findou meu período de banco. Ufa!

marketing digital e conteúdo

De lá pra cá, os caminhos foram se abrindo de um jeito “mágico”. Pra não ficar sem trabalhar (porque eu não dou conta de ficar à toa), fui ser vendedora numa loja de moda feminina (2009), depois passei a trabalhar como freelancer nos atacados de moda, e na mesma época, entrei na onda dos blogs de moda, criando o meu Autêntica (2010) e o vislumbrando um novo sonho: ter meu próprio negócio que pudesse ser realizado em qualquer lugar do mundo.

Lisboa, Abril/2019

No começo, escrevia muito no blog (sempre amei escrever, desde a infância), participava de eventos, realizava consultorias de imagem e estilo em lojas, e com a chegada das redes sociais, naturalmente comecei a cuidar das minhas. Quanto mais conteúdo eu fazia, mais elogios recebia. Produzi muito conteúdo de moda para uma agência de marketing, fui editora-chefe de um portal de notícias e entretenimento, e com isso tudo, descobri o que realmente queria pra mim.

marketing digital e conteúdo

Lançamento lojas FAB, Dezembro de 2013

Me especializei ainda mais em marketing digital através de alguns cursos, e desde então, estudo e pesquiso muito sobre essa área, realizo parcerias profissionais que me agregam e me ensinam muito, e cá estou, atuando exatamente como eu desejava lá no começo.

Um longo caminho percorrido, altos e baixos, medos e dúvidas, mas uma certeza: NUNCA DESISTIR!

Texto e imagens: Luciana Caram


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *