Os viajantes

Em minhas últimas férias, tive a grande alegria de ir passear em Nova Iorque. Em um de meus passeios entrei em uma pequena galeria de arte e fiquei conhecendo o trabalho de um artista que me impressionou.

Bruno Catalano é um artista nascido no sul da França em 1960, que se tornou escultor na década de 1990. Suas esculturas são conhecidas mundialmente e estão expostas nas maiores e mais importantes galerias da França, Inglaterra, Estados Unidos, China, Bélgica e Suiça.

As esculturas em bronze da coleção “Les voyagers” são impressionantes e impactantes. Em tamanho real, elas retratam homens em seus momentos cotidianos, de caminhada, de pressa, de viagem e de esperança, onde sempre carregam algo. Mas, o ponto chave destas esculturas são os imensos buracos que separam o tronco do resto do corpo, nos deixando com perguntas na cabeça… Por que esta separação? Em toda viagem a gente deixa um pouco da gente? Ou é somente uma parte que se vai?

Saí da galeria com estes pensamentos, e logo pude ver que, afinal, a arte existe mesmo para nos mostrar o quão longe podemos ir.

Texto: Luna Siqueira, trabalha com design gráfico, apaixonada por cores, formas e tipografia, autora do blog Luna Lunera e nossa colaboradora | Imagens: Divulgação

em agosto 2, 2012 Comente (1)
FacebookTwitterGoogle+Pinterest


Um comentário em “Os viajantes”

Deixe seu comentário